Bom dia! Domingo, 21 de Janeiro de 2018

CONTROLE DE QUALIDADE

O monitoramento da qualidade da água é feito regularmente pelo SAEP e apresentado à população com todos os dados e informações que comprovam que a água destinada ao consumo é do mais elevado padrão de qualidade. É acompanhado por análises sistemáticas com cerca de 85 amostras mensalmente e outras tantas semestralmente quanto às características físico-químicas e bacteriológicas. O controle começa na captação, com a análise da água bruta e se estende por todas as etapas do tratamento. Cor aparente, turbidez, pH, cloro, flúor, coliformes totais e fecais são alguns aspectos avaliados.(Parâmetros conforme Portaria 2914 /11 do Ministério da Saúde )

INFORMAÇÕES SOBRE A QUALIDADE DA ÁGUA DISTRIBUÍDA

(DECRETO 5440 / 2005) – MÊS DE REFERÊNCIA: Dezembro/2017

 

PARÂMETROS

A

 B

 C

TURBIDEZ

35

75

75

COR APARENTE

35

75

75

FLÙOR

 17

40

39

CLORO RESIDUAL LIVRE

 75

75

75

 pH

 35

75

75

COLIFORMES TOTAIS

 75

75

75

COLIFORMES FECAIS

(*)

(*)

(*)

A: número de amostras exigidas pela Portaria MS 2914/11

B: número de amostras realizadas

C: número de amostras dentro dos padrões


Turbidez – Provocada pela presença de partículas dispersas na água (limite legal até 5 unidades de turbidez - UT);
Cor aparente
– Decorrente da presença de substâncias dissolvidas na água (limite legal até 15 UT);
Flúor
– Adicionado na água conforme legislação vigente para prevenção de cárie dentária (limite legal entre 0,6 e 0,8 mg/litro);
Cloro residual livre
– Quantidade de cloro disponível na água com potencial de desinfecção (limite legal entre 0,2 e 2,0 mg/litro);
Ph
– Indica condição alcalina ou ácida da água (faixa recomendada: 6,0 a 9,5);
Coliformes
– Bactérias do grupo coliforme são indicativas de contaminação microbiológica (limite legal ausência em 100 ml).