Boa Tarde! Sábado, 18 de Novembro de 2017

ESTAÇÃO DE TRATAMENTO DE ESGOTO



Depois de passar pela ETE, cuja capacidade de vazão média de 350 litros/segundo e vazão máxima de 500 litros/segundo, a água apresenta um grau de pureza superior a 90%, ou seja, em condições de ser lançada no córrego Laranja Azeda sem ocasionar poluição.
O processo utilizado pelo SAEP, de maneira resumida: após chegar, como esgoto bruto, à estação elevatória por meio de emissário, passa para a primeira etapa do tratamento, constante de peneira e caixa de areia para retenção dos sólidos menores, inclusive a areia. No reator anaeróbio (tanque) – segunda etapa -, há redução de até 70% da carga orgânica pela ação de microrganismos.

No filtro biológico – terceira etapa – o esgoto já parcialmente tratado em contato com microrganismos que reduz a carga orgânica até o índice de 90% ou mais.

No decantador – fase final – acontece a separação dos sólidos para desidratação e encaminhamento para o aterro sanitário, ao tempo em que a água sofre desinfecção e é lançada no córrego Laranja Azeda.